terça-feira, 21 de setembro de 2010

Rainhas do lar. Qual é você? Blogagem coletiva

 Somos tarólogas. Somos donas de casa. E se toda casa é um castelo, nós somos as Rainhas do Lar. Mas as rainhas pela História foram tantas de tantos jeitos que resolvemos fazer uma reflexão coletiva: Qual Rainha é você? Olhe o seu tarot, veja suas cortes; se você tem o Housewives Tarot melhor ainda! Conte para a gente seus segredinhos de corte doméstica e nos diga: qual Rainha do Lar é você?


 O exercício proposto de blogagem coletiva, foi idealizado pelas bruxas amigas, Luciana e Pietra e felizmente me fez pensar... pensar sobre qual dessas rainha do lar eu sou. Sou uma nobre rainha que aos 45 anos está aprendendo a ser a Rainha de Espadas. De menina mimada a rainha de espadas, a trajetória foi longa e gratificante. Moro com meus pais que, hoje são bem velhinhos. Sempre fui protegida, amada e poupada de muitas desventuras na vida. Todos meus desejos eram realizados e minha tarefa sempre foi usufruir disso tudo. Vivia pelo prazer, uma perfeita epicurista que buscava tirar o melhor proveito da vida. Fiz quase tudo que tive vontade,  minha adolêscencia foi de uma incrível liberdade e de grandes aventuras. O curioso é notar um paradoxo na minha educação que, por mais controle e zelo que meus pais tinham comigo, ao  mesmo tempo experimentavam uma forma de me soltar pela vida, de deixar que eu batesse minhas asas com extrema liberdade.Exemplo disso: aos 15 anos estava viajando com uma amiga, pela região sul do Brasil, solta e pronta prá adquirir experiências e ter muita história prá contar. Aos 13 já tinha a chave de casa. Dessa forma eu fui bastante precoce. Hoje, vivo a maturidade, de fato. Aos poucos fui aprendendo a tomar conta de mim, da casa, da saúde da minha mãe. Descobri-me uma bruxa de cozinha, que gosta de tigelas e ingredientes saborosos,que gosta do barulho da panela no fogão. Os sons da cozinha em funcionamento pleno são sinal de família reunida. Sou eternamente grata por ainda ter meus pais na minha companhia e hoje, sob meus cuidados. Tive de aprender uma série de coisas que, até pouco tempo atrás, eram tarefas exclusivas da minha mãe, a real matriarca, a verdadeira rainha. O posto de realeza será eternamente dela, mesmo muitas vezes sentindo-me apenas a sucessora, sei que devo desempenhar da melhor forma, todas as minhas atividades domésticas. 
Pensando especificamente na Rainha de Espadas, identifico-me com algumas características:

Escutar a intuição antes de agir; despertar através da concentração experiências sobre as questões que devem ser enfrentadas.

Mental: julgamento baseado na intuição.
Anímico: proteção dos sentimentos pela percepção íntima de suas possíveis conseqüências.
Físico: Físico: sem muita ação no plano material; sua força está mais no planejamento que na ação. No caso da saúde, pode indicar médicos ou remédios pouco eficazes.
http://www.clubedotaro.com.br/site/n44_2_rainhas.asp

A Rainha de Espadas liquida. Aproxima-se de Atena. De Iansã pela sua assertividade, se esta não fosse tão quente. Usa um adorno vermelho no braço, um presente do fogo, como ilustra o Tarot Waite. Proteção. Pode então agir no escuro. É hábil. A tática é a estratégia. Razão que esclarece o caos. Nunca subestime sua perspicácia. Ela sempre tem uma carta na manga.Ganhou o inverno porque conhece os enganos da primavera. Do céu o verão, da folha o outono. Sabe e executa. Articula. Doma pela palavra. Cada letra é um arreio. Sua língua é um punhal. Tem uma dor cravada no peito. Uma armadura para arrancar do centro. Uma Medusa na égide. Austera.
Zoe de Camaris
http://zoedecamaris.blogspot.com/2006/10/rainha-de-espadas.html

Prefere ser sincera e direta - suas observações são sinceras, mas nunca ofensivas. Na realidade, esta Rainha tem um delicioso senso de humor. Gosta de uma boa gargalhada e sempre tem uma brilhante resposta na ponta da língua. Ela sabe que a vida não deve ser levada muito a sério e revigora as pessoas com sua sinceridade e falta de pretensão.
http://tarotestudos.blogspot.com/2009/09/rainha-de-espadas.html

A Rainha de Espadas é aquela que possui as virtudes da lealdade, da integridade e capacidade de suportar o sofrimento sem se abater. Quando ela entra num jogo é o momento do indivíduo se defrontar com sua própria dimensão obstinada e sua fé inabalável nos altos propósitos e ideais.Estes ideais , altivos e nobres irão contribuir  para o aperfeiçoamento da consciência e a qualidade da própria vida.
O Taro Mitológico - J. Sharman-Burke e Liz Greene 

Rainha de Espadas - Elemento AR
É hora de refletir, de idealizar, de criar as melhores alternativas prá minha casa.
Hoje quase tudo depende de mim para o bom funcionamento da nossa casa. É no Ar que busco leveza, força e coragem prá ter iniciativa e impulso.
Lembro do quanto sou exigente nos cuidados com minha mãe, na sua alimentação, na sua aparência, no seu bem-estar. É nessa carta que eu vou me descobrindo forte, multi facetada e pronta prá ser uma rainha.


4 comentários:

Pietra disse...

Amei!
Vou colocar num roll de todos que estão participando =)
Bjokas

Luciana Onofre disse...

Sou esta tmb!!! Qta sincronia entre ambas!
Reza a lenda que meu Orixa de cabeça é Iansã!

Elaine Figueira ou Serena Bellatrix disse...

Olá. Estava sobrevoando por aqui e achei seu blog muito interessante. Sou bruxa e tenho um blog de culinária e magia também.

Parabéns,

Elaine Figueira

Aglaia Madora disse...

Oi Elaine, obrigada por postar elogios, fico muito feliz quando ouço isso. Quero conhecer seu blog...bjs!